DIREÇÃO DEFENSIVA PARA MOTOCICLISTAS: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA SE PROTEGER

Contar com a rapidez de uma moto, principalmente para quem reside em grandes cidades, traz uma vantagem considerável para encarar o conhecido trânsito pesado das metrópoles, principalmente por causa da agilidade que as motos possuem quando comparadas aos carros.

Essa ligeireza é também aproveitada pelos motoboys, profissionais que atravessam toda a cidade correndo contra o tempo para realizar serviços — na maioria das vezes, realizando entregas. Porém, sem a atitude de direção defensiva, esta velocidade pode vir com um preço alto demais.

Toda a pressão relacionada aos prazos faz os motoboys, em muitas situações, deixarem de lado a direção defensiva, resultando em acidentes e prejuízos ao profissional. Não seja mais uma vítima das estatísticas que apontam a falha humana como o principal causador de acidentes no trânsito.

Se você quer saber mais sobre como um motoboy pode realizar uma pilotagem mais segura, e quais são os fatores que auxiliam na integridade e no bem-estar do piloto, este artigo é para você. Confira!

Direção defensiva para motoboys

Manutenção da motocicleta

A direção defensiva começa antes mesmo que os motoqueiros saiam de suas casas para ir ao trabalho. Por isso, meu amigo, nunca deixe de verificar o funcionamento correto dos freios, faróis, buzina e retrovisores, e todos os itens essenciais para que você consiga ver todo o tráfego ao redor e ser visto pelos outros motoristas.

A manutenção da motocicleta de uma forma geral deve estar em dia, o que evita uma parada brusca em meio aos carros e consequentemente um acidente. Cada motoqueiro deve cumprir com as manutenções determinadas pelo manual do fabricante e, dessa forma, praticar uma pilotagem mais segura. Por isso, fique esperto com a manutenção da sua moto!

Equipamentos de segurança

A direção defensiva é uma prática que trabalha essencialmente a capacidade de o motociclista se antecipar diante de situações de perigo, mas sabemos que infelizmente nem sempre isso é possível. Portanto, é fundamental que você nunca saia sem os equipamentos de segurança, pois em um acidente de moto, por menor que seja a velocidade, os danos podem ser gravíssimos.

Entre os itens fundamentais para a prática da direção defensiva pelos motoboys, estão:

  • Capacete: esse item obrigatório deve contar com o selo do Inmetro e os adesivos reflexivos. Além disso, o motoboy deverá estar sempre com a viseira fechada para evitar o contato com insetos e também não ser multado, é claro;
  • Luvas: além de tornarem a pegada nos punhos mais segura, as luvas protegem contra lesões em caso de quedas e são grandes aliadas em dias frios;
  • Joelheiras e cotoveleiras: protegem o motociclista de escoriações em caso de quedas. Muitos modelos de calças e jaquetas já saem de fábrica com esses itens acoplados;
  • Antena corta-pipas: são muitas as situações em que linhas com cerol atingem os pescoços dos motoqueiros, causando acidentes gravíssimos. Atualmente, também é um item obrigatório;
  • Colete refletivo: serve para que o motoboy seja avistado de longe, evitando colisões. É um item obrigatório aos profissionais que trabalham com motos;
  • Mata-cachorro: são aquelas armações metálicas instaladas nos chassis das motos, que protegem as pernas do condutor. Item também obrigatório aos motoboys;
  • Botas: além de protegerem os pés do motociclista em casos de colisões ou quedas, são indispensáveis nos dias de chuva. Também são úteis para que o piloto não queime o pé no escapamento.

Cuidado com os “pontos cegos”

O retrovisor da sua motocicleta pode te enganar. Antes de realizar a troca de faixa, ou até mesmo quando for fazer uma curva, jamais deixe de olhar para trás — além de consultar o retrovisor. As surpresas que os pontos cegos do retrovisor trazem nunca são agradáveis.

Mantenha uma distância de segurança

Nas aulas dos centros de formação de condutores, os instrutores ensinam à exaustão que não se deve pilotar colado ao veículo adiante. Mas são muitos os motoqueiros que se esquecem de que, em caso de freada brusca do carro ou da moto à frente, fica praticamente impossível parar a moto antes de uma colisão.

Mantenha os faróis sempre ligados

Além de ser algo obrigatório aos motoboys de vários estados, pilotar com os faróis sempre ligados chama muito mais a atenção dos motoristas ao redor, facilitando a visualização e consequentemente a antecipação aos possíveis acidentes.

Utilize a buzina com moderação

A buzina é algo importantíssimo aos motoboys, mas deve ser utilizada de forma moderada. Ela permitirá que o motociclista alerte outros motoristas e pilotos sobre a sua presença, mas buzinar em excesso pode causar irritação em seus companheiros de trânsito, provocando um efeito indesejado e que vai contra os princípios da direção defensiva.

Atente-se às correntes de ar

Parece algo improvável, mas é muito comum que as motocicletas, ao ultrapassarem veículos grandes como ônibus ou caminhões, sejam derrubadas pelo deslocamento de ar provocado por esses “grandões”. Portanto, aumente a sua concentração ao dividir o espaço com esses tipos de veículos, certo?

A direção defensiva é uma questão de atitude

Lembre-se: o motoboy que pilota defensivamente não é apenas aquele que conhece e procura praticar as técnicas desse modo de conduzir, mas sim aquele que, principalmente, age pacificamente, possui consciência individual e coletiva sobre os atos praticados no trânsito, é autocrítico e principalmente não coloca a responsabilidade da segurança no trânsito sobre os outros motoristas e pilotos.

Quem é menos agressivo no trânsito tem muito mais chances de reagir com agilidade diante de uma situação adversa, evitando acidentes.

É compreensível que os motoboys estejam sempre querendo economizar tempo, assim como existe a pressão dos patrões por maior produtividade. Mas lembre-se de que algumas lesões podem ser irreparáveis, e não existe dinheiro no mundo que possa remunerar isso. Pense na sua segurança, no bem-estar da sua família e pratique sempre a direção defensiva!

Fonte: motoboy.com